Arte Viva


DO LADO DIREITO DA SALA.

Tudo parecia tão calmo, assim como as nuvens no céu.

Acho importate ter calma no lugar onde caminho,

o centro da violência entrou pelo lado direito da sala,

não tem paz. Não houve bala perdida, ou água da chuva,

entre o piso do chão do lado direito da sala.

Acontece que não tem luz, está tão escuro que não se pode caminhar,

bate boca sem bate papo, não se entende nada do lado direito da sala.

Acredito que a paz ainda possa entrar.

 



Escrito por FernandaSophia às 19h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


                                                          TRANSFORME SUA IDÉIA EM DOCUMENTÁRIO

METODOLOGIA VIVENCIAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO COM LILIAN SOLÁ SANTIAGO


NOVAS TURMAS DO CURSO INTENSIVO EM SÃO PAULO (12 horas)

  • Turma I - (sábados) - 24 e 31 de outubro, das 10:30 as 13:30 e das 14:30 as 17:30h

  • Turma II - (qui e sexta) - 29 e 30/10, 5 e 6/11 - das 19:30 as 22:30

 

Informações e cronograma detalhado das aulas, acesse o site: http://liliansantiago.blogspot.com/

Conteúdo Resumido

O ciclo da produção cultural aplicado a projetos de filmes e vídeos documentais. Da idéia ao roteiro de documentário. A pesquisa para projetos de documentário – as diferentes fontes de informação. Como elaborar um pré-roteiro de documentário observacional, expositivo ou participativo.

O roteiro de doc-ficção. Formatação de projeto audiovisual. Funções e papéis na equipe de filme e vídeo documental.

Como visualizar e elaborar o cronograma geral de um filme ou vídeo documental. A análise técnica a partir da visão do diretor.

Elaboração de um plano de produção. Conceitos jurídicos e administrativos básicos. Diferentes formas de apresentação do projeto: leis de incentivo, concursos, patrocinadores, exibidores e co-produtores.

Público Alvo

Estudantes de comunicação, profissionais da área, interessados em geral.

Turma no máximo de 20 pessoas.

Instrutora

Lilian Solá Santiago é historiadora e Mestre e Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo. Tem mais de 15 anos de experiência em produção, ensino e pesquisa audiovisual. É realizadora de diversos documentários exibidos e premiados no Brasil e no exterior.

 Fernanda Sophia

Produção

Fone:  11 3222-0605/8304-8590 

 cursodoc@hotmail.com


 

 

 

 



Escrito por FernandaSophia às 22h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por FernandaSophia às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Voltei do Carnaval, pela primeira vez desfilei em uma escola de SAMBA, como é bom.

Preguiça de postar, mas devagarinho volto eu sei.

Na água do mar Odara

Na água do mar Janaina

Na água do mar minha Mãe Yemanjá me espera.

 



Escrito por FernandaSophia às 22h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Feira de Teatro 2007
Cronograma Feira de Teatro 2007
Data 16 de novembro
Espetáculo: Adelina
Autor e diretor: Ilo Krugli
Com: Marilda Alface, Ilo Krugli e Willian Guedes
Sala: Teatro dos Olhos
Horário: 21h

Sinopse: Adelina Gomes foi uma interna do Centro Psiquiátrico Pedro II no Rio de Janeiro. E como um desdobramento do espetáculo Engenho de Dentro - Flores do Abismo, Marilda Alface, pesquisadora do movimento e gestual do ator, desenvolve um solo de teatro-dança que vasculha o universo desta "personagem", que num rompante da poesia de sua loucura, expressa o desejo de ser uma flor.

Informações sobre Grupo: O Teatro Ventoforte surge em 1974, na cidade do Rio de Janeiro, com o espetáculo História de Lenços e Ventos, de Ilo Krugli, considerado pela crítica um marco do teatro para crianças no Brasil. Em sua trajetória já apresentou mais de 30 espetáculos, que somam mais de 50 prêmios. O grupo desenvolve atividades artísticas, educativas e sociais desde a sua criação, e se destaca principalmente, pela criação de espetáculos para crianças e jovens, caracterizados pela inovação e pela qualidade estética, por um repertório de espetáculos adultos que caminharam por textos da dramaturgia universal e por criações do próprio grupo. O Ventoforte se destaca também por suas oficinas de construção artesanal de cenários, objetos cênicos, bonecos, pela formação de atores e músicos, por seus trabalhos em arte-educação e desenvolvimento de projetos que procuram a democratização da cultura no Brasil, atingindo diversos espaços sociais.
Com suas montagens e oficinas o grupo já excursionou por países como Estados Unidos, Itália, Bélgica, Suíça, Espanha, Alemanha, Portugal, Cuba, Chile, Argentina, Holanda entre outros.

Espetáculo: A Curandeira
Dramaturgia: Reinaldo Maia
Direção: Melani Halpern
Com: Adriana Benetti Fortes
Sala: Teatro dos Pés
Horário: 22h
Sinopse: Uma curandeira caminha, através de histórias e poemas, em busca de solver os males da alma, do pensamento, daqueles sentimentos que a gente nem imagina que podem ser curados. Um caminho de recordações, compartilhado com o público, num jogo de vivências e sua relação com o mundo. Trata-se de um espetáculo onírico, repleto de delicadeza e pitadas de humor.
Data 17 de novembro
Espetáculo: A Menina, o Príncipe e a Noite
Texto: Andrea Cavinato
Direção: Péricles Raggio
Com: Andrea Cavinato, Isabel Reis, Marina Donati, Vivian Ui, Estela Carvalho e Marcos Coin
Sala: Teatro dos Pés
Horário: 11h
Sinopse: Em A MENINA, O PRÍNCIPE E A NOITE, três irmãs, jovens costureiras, com a morte do pai ficam muito pobres e têm que fugir de sua cidade natal. Elas chegam a uma cidade desconhecida e lá ganham de uma velha misteriosa uma casa, que por ser assustadora, ninguém quer. A Menina mais nova é atraída por uma voz, que sai de dentro de um poço e vai parar em um rico palácio onde se casa com um misterioso príncipe que aparece sempre à noite e ela nunca pode vê-lo.

Informações sobre Grupo: Formado em 1999, a partir da experiência adquirida junto ao grupo Ventoforte, da prática no ensino de Arte para crianças e jovens, do interesse e pesquisa da cultura brasileira na suas manifestações musicais dramáticas, folguedos e festas populares. O grupo vem se apresentando em escolas, unidades do SESC, em centros culturais, bibliotecas, casas de cultura, praças, feiras de teatro e outros espaços que privilegiam a narrativa com o objetivo de nutrir o imaginário de crianças e jovens contando histórias em clima de espetáculo folclórico e pesquisando seus aspectos simbólicos em busca de contos que possuam temas universais. Seus espetáculos possuem características específicas do grupo, o qual procura manter viva a figura do contador de histórias e inclui como recursos da narrativa a música, o teatro de animação (bonecos, objetos, instrumentos musicais), e a festa folclórica. Encenou, entre outros espetáculos, A Dança das Cores, Um Mar de Outras Histórias, A Odisséia, A Fada Oriana, O Mahabharatha – O Grande Teatro de Olhar o Tempo e A Batalha dos Encantados.



Espetáculo: As 4 Chaves
Autor e Diretor: Ilo Krugli
Com: Ilo Krugli, Rodrigo Mercadante, Cláudio Cabrera, Wilker Soares, Rita Rozeno, Aline Carcellé, Juh Vieira, Lennon Gonçalves, Fernanda Sophia e Indiara Belo
Sala: Teatro dos Pés/Quintal
Horário: 15h
Sinopse: A peça fala da realização de desejos e sentimentos de quatro personagens. Os desejos são roubados por um ladrão e trancados em um baú com quatro chaves, que são escondidas. A partir daí, inicia-se uma viagem mágica em busca das chaves, vasculhando o centro da terra, a fronteira da noite e do dia, o fundo do mar e as nuvens do céu, até as chaves serem encontradas. Com canto, dança, invenções, músicas e poesias, o espetáculo é uma aventura poética que assume características de brincadeira de rua, envolvendo crianças e adultos, que participam diretamente do espetáculo, ajudando a confeccionar alegorias produzidas durante a peça, e a preparar os pães, que são distribuídos no final de cada apresentação.


Espetáculo: Na barra do Catimbó
Inspirado na obra homônima de Plínio Marcos
Adaptação: Paulo André.
Diretor: Wilton Amorim
Com: Paulo André e Sidnei Silva

Escrito por FernandaSophia às 20h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Amigos,

ainda tem tempo de passear na casa do Gaspar.

Temporada até 14 de outubro.



Escrito por FernandaSophia às 02h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


<embed style="width:400px; height:326px;" id="VideoPlayback" type="application/x-shockwave-flash" src="http://video.google.com/googleplayer.swf?docId=-5650559371494931047&hl=en" flashvars=""> </embed>

Escrito por FernandaSophia às 20h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


www.teatroventoforte.com.br

Em cartaz no Teatro Ventoforte

“A CASA DO GASPAR”
ou
“KASPAR HAUSER, O ÓRFÃO DA EUROPA”
SINOPSE: O órfão Kaspar Hauser, 16 anos recluso num porão, foi abandonado no centro de Nuremberg no início do século XIX. Conhecia apenas algumas palavras e mal sabia andar. Transformou-se rapidamente no maior fenômeno de popularidade da época por não se conhecer sua origem e despertar as mais diversas opiniões a seu respeito. Para muitos era um impostor e para outros um príncipe herdeiro.

Genêro: Drama

Ficha Técnica:

Autor: Marcello Airoldi

Diretor: Marcello Airoldi

Elenco: Ilo Krugli, Rodrigo Mercadante, Karen Menatti, Wanderlei Martins, César Negro, Aline Carcellé, Fernanda Sophia, William Guedes, Aloísio Oliver

Músicos:Willian Guedes / Aloísio Oliver / Wanderlei Martins / Fernanda Sophia / Márcia Fernandes / Juh Vieira

Poemas e Concepção de cenário, figurinos, objetos cênicos e desenhos
Ilo Krugli

Direção e Composição Musical
Wanderlei Martins e Willian Guedes

Iluminação
Marcello Airoldi e Roberto Mello

Assistência de direção
Célio Jemene

Pesquisa de movimento e preparação de atores
Marilda Alface

Fotos
Sila Costa e Fábio Viana

Confecção de figurinos
Ana Maria Carvalho

Confecção de bonecos
Ademir de Castro, Cláudio Cabrera

Local: Teatro Vento Forte
Preço(s): R$ 15,00.
Data(s): Até 30 de setembro.
Horário(s): Sábado, 20h; domingo, 19h.
Observações: Duração do espetáculo 90 min.



Escrito por FernandaSophia às 20h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Hoje a noite eu vi o mar

Lembrei sua fotografia naquela praia distante.

Fica uma vontade de você.

Mar, praia, oceano e eu confinando em seus sonhos.



Escrito por FernandaSophia às 22h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Às vezes fico tolhida

só em pensar no seu amor por mim

Será que ele existe?

Cerceia a dúvida

E você ludibria sem parar

dos meus sentimentos

Dói, machuca, choro

Outro dia voltarei a sorrir



Escrito por FernandaSophia às 23h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo. Charles Chaplin

Escrito por FernandaSophia às 22h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Não existe ninguém

Melhor que você

Pra me fazer tanto bem

(por Angela Maria)



Escrito por FernandaSophia às 21h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Pensando em me ou não

Perfeito MESMO pra fazer música

é pensar em você meu amor



Escrito por FernandaSophia às 23h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Muito Lindo!!

Quem não gosta de ser amado? Ser paparicado? Receber atenção
>especial, presentinhos e beijinhos doces?
>Quem não gosta de surpresinhas gostosas, beijo na boca e abraços
>apertados?
>Quem é que de livre e espontânea vontade prefere a solidão a uma boa
>companhia?
>Ora, todo mundo quer uma boa companhia e de preferência para o todo
>sempre. Mas conviver com essa "boa companhia" diariamente por 3, 5,
>10, 15, 25 anos é que é o difícil.
>No começo dos relacionamentos e até 1 ano de vida amorosa, tudo são
>mais ou menos flores, (se o seu relacionamento tem menos de um ano e
>já é mais de brigas e discussões, caia fora dessa fria). Não adianta
>você dizer que depois de três meses apenas que "encontrou o amor de
>sua vida", porque o amor precisa de convivência para ser devidamente
>testado.
>Nesse mundo maluco e agitado, as pessoas estão se encontrando hoje,
>se amando amanhã e entrando em crise depois de amanhã. Uma coisa
>frenética e louca, que tem feito muita gente que se julgava
>equilibrada perder os parafusos e fazer muita besteira.
>Paixão, loucura e obsessão, três dos mais perigosos ingredientes que
>estão crescendo nos relacionamentos de hoje em dia por causa da
>velocidade das informações e o medo de ficar sozinho.
>As pessoas não estão conseguindo conviver sozinhas com seus
>conflitos, vícios e qualidades, e partem desesperadamente para
>encontrar alguém, a tal da alma gêmea, e se entregam muitas vezes
>aos primeiros pares de olhos que piscam para o seu lado. Vale
>tudo nessa guerra, chat, carta, agência, festas e até roubar o
>parceiro de alguém. É uma guerra para não ficar sozinho.
>Medo, medo de se encarar no espelho e perceber as próprias
>deficiências, medo de encarar a vida e suas lutas. Então a pessoa
>consegue alguém (ou acha que está nascendo um grande amor), fecha os
>olhos para a realidade e começa a viver um sonho, trancado em si
>mesmo, nos quartos e no seu egoísmo, a pessoa transfere toda a sua
>carência para o(a) parceiro(a), transfere a responsabilidade de ser
>feliz para uma pessoa que na verdade ela mal conhece.
>Então, um belo dia, vem o espanto, vem a realidade, o caso melado, o
>"falo amor" acaba, e você que apostou todas as suas fichas nesse
>romance fica sem chão, sem eira nem beira, e o pior: muitas vezes
>fica sem vontade de viver.
>Pobre povo desse século da pressa!. Precisamos urgentemente voltar o
>costume "antigo" de "ter tempo", de dar um tempo para o tempo nos
>mostrar quem são as pessoas. Namorar e conhecer, e reconhecer, é
>época de pesquisas, de reconhecimento.
>Se as pessoas não se derem um tempo, não buscarem se conhecerem
>mais, logo em breve teremos milhares de consultórios lotados de
>"depressivos" e cemitérios cada vez mais cheios de "suicidas"
>cansados de si mesmos.
>Faça um bem para si mesmo e para os outros, quando iniciar um
>relacionamento procure dar tempo para tudo: passeie muito de mãos
>dadas, converse mais sobre gostos e preferências, conheça a família
>e mostre a sua, descubra os hábitos e costumes.
>Parece careta demais?
>Que nada, isso é a realidade que pode salvar o relacionamento e
>muitas vidas. Pense nisso e se gostar, passe essa mensagem para
>frente quem sabe se juntos, não ajudamos alguém carente de amor a
>encontrar um motivo para ser feliz.
>Muita pretensão?
>Não, só vontade de te ver feliz. Eu acredito em você! E acredito no
>amor que faz bem.....
>
>
>
>Da sua amiga,
>Carla Leal



Escrito por FernandaSophia às 19h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Fui até a janela, vi uma estrela no céu é você sorrindo? 



Escrito por FernandaSophia às 18h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Ivam Cabral
 Vanessa Morelli
 Nanda Rovere Cultural
 Lenise Pinheiro
 Mário Bortolotto
 Helô
 Wuillian Costa Lima
 Ruy Jobim Neto
 Erika Breno
 Teatro Ventoforte
 Fernanda D'Umbra
 Paula Cohen
 Ruy Jobim Neto
 Débora Aoni
 Marcelo Meniquelli
 Tamima Brasil
 Marcello Airoldi
 Sandra Camilo
 Leona Cavalli
 Sandra Ciccone
 Lilian Solá Santiago